27/11/2012 - Informalidade ainda é grande gargalo do setor de alimentação fora do lar



De 20 a 22, em Porto Velho, foi realizado o Encontro Abrasel, promovido pela seccional Rondônia da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-RO). Conselheiros da entidade se reuniram durante o Encontro, na Reunião do Conselho Nacional da Abrasel. Na pauta da reunião, que transcorreu nos dias 21 e 22, estavam assuntos como alinhamento geral e avaliação de fatos recentes no cenário nacional com impacto no setor, governança corporativa da Abrasel, apresentação de relatórios e planejamento de projetos para o segmento, eleição da cidade sede para o próximo Encontro Abrasel (Pipa, RN), desenvolvimento e fortalecimentos das seccionais da entidade.
Para o conselheiro da Abrasel e ex-presidente da instituição, Bobby Fong, que mediou o fórum “Nota Legal Rondoniense e os novos controles de fiscalização de impostos - Como colocar em prática?”, a informalidade ainda é o grande gargalo do setor de alimentação fora do lar. “É um engano o empresário pensar que só há fiscalização quando o fiscal vai pessoalmente ao seu estabelecimento. Hoje os mecanismos são bastante sofisticados, os órgãos fiscalizadores recebem automaticamente os dados de faturamento das empresas. Procuramos passar o máximo de informações para que todos se formalizem”, fala.
A programação de palestras, workshops e fóruns foi bastante procurada por funcionários, estudantes, empresários em atuação e que estão iniciando seu negócio, como foi o caso de Maria Erilúcia Richardson, gastrônoma, que sempre viaja para “buscar na fonte” atualizações sobre o setor de alimentação. “Acho superválidas iniciativas como esta, temos contato com experts do país inteiro sem sair de Porto Velho”, fala empolgada a proprietária de um futuro restaurante da cozinha francesa com ingredientes locais.
Para o sommelier e chefe de cozinha Edson de Souza, de Juiz de Fora (MG), que ministrou o workshop “Harmonização de queijos, vinhos e azeites”, “oportunidades como essas permitem a troca de ideias, de modos de fazer, de contatos. Tivemos aqui uma indicação de fornecedor de peperoni por um colega de Porto Velho para um colega que tem pizzaria na Bahia. Com a troca ele vai ter redução de 50% nos custos do produto, sem perder qualidade”, destaca Edson.
O presidente da Abrasel-RO, Daniel Rezende, ficou muito satisfeito com os resultados do Encontro. “Foi muito além das expectativas. Esperávamos receber informações e conhecimento, mas pudemos repassar muita coisa aos colegas do país inteiro. Pudemos mostrar temperos e produtos da nossa cozinha que foram aprovados e vão ser ‘copiados’ por donos de restaurantes em todo o país, como foi o caso da banana da terra com bacon, servida pelo restaurante Tom Marron e que encantou o dono da rede de churrascarias O Porcão”, ressalta o presidente da Abrasel-RO.
O Encontro Nacional Abrasel Porto Velho foi uma realização da Abrasel-RO, com patrocínio do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e Ambev/ Bohemia; apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Socioeconômico e do Turismo/Coordenadoria Municipal de Turismo/Fundação Iaripuna/Prefeitura Municipal de Porto Velho (Semdestur/CMTur), das empresas Ecolab, Cozinhas Elvi, Balcão Equipamentos, Interfood Importadora, Voa Brasil, Cozinhas Venâncio, Sirrus, 3+ Comunicação e Fogas.

Fonte:http://www.imagemnews.com - 23/11/2012