08/04/2013 Em um ano, 406 pessoas são presas por dirigirem embriagadas em RO

Número de acidentes com vítimas reduz 44%, em um ano de Operação Lei Seca (Foto: Ivanete Damasceno/G1)

 

Em um ano de blitzes da Operação Lei Seca, de março de 2012 a 31 de março de 2013, a Companhia Independente de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar registrou a prisão de 406 condutores por dirigirem embriagados em mais de 10 mil abordagens, só em Porto Velho. De acordo com dados registrados nas operações, 92,59% das pessoas presas são homens.

Na manhã deste sábado (6) quatro pessoas foram presas em uma blitz da Lei Seca que ocorreu na Avenida Rio Madeira, por volta das 7h. A Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Dedt) registrou entre a quinta (4) e a sexta-feira (5) 28 acidentes.

Entretanto, neste mesmo período de um ano, a polícia registrou uma queda de 44% no número de acidentes com vítimas e uma redução de 50% no número de vítimas fatais em acidentes automotivos. Foram aplicadas mais de seis mil multas e realizados 8,7 mil testes do bafômetro. Outros 1,3 mil autos de infração foram aplicados a condutores que se recusaram a realizar o teste.

Durante as operações foram recolhidas 1,8 mil Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e mais de mil Certificados de Licenciamento e Registros de Veículos (CRLV), além de 1,2 mil remoções de veículos.

Interior
A polícia informou ainda que neste mesmo período, no interior de Rondônia, foram abordados 12,2 mil carros e 14,4 mil motos, com registro de 96 prisões durante as blitzes, sendo que 68 delas foram por embriaguez na direção.

Houve a remoção de 403 carros e 1,2 mil motos e pelo menos 2,1 mil CRLVs e 790 Carteiras Nacionais de Habilitação apreendidas. 14,4 mil multas foram efetuadas no interior do estado.