08/07/2014 - Abrasel e SSP – GO discutem porte de arma de policiais fora do horário de trabalho em boates, casas noturnas, eventos e similares

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) tem como missão institucional construir um ambiente empresarial favorável ao desenvolvimento do setor de alimentação fora do lar, bem como buscar junto ao poder público medidas que garantam o bom funcionamento e a segurança das empresas e seus clientes. Amanhã (quarta, 9/7), às 10h30, a entidade se reúne com o secretário de Segurança Pública e Justiça (SSP), Joaquim Claudio Figueiredo Mesquita para discutir a necessidade de coibir a entrada de policiais civis e militares armados, fora do horário de trabalho, em boates, casas noturnas, eventos e similares.

A Abrasel está preocupada com a crescente onda de violência que acomete o estado e com os vários casos envolvendo os policiais. “É antiga a nossa demanda para que o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO), coíba o porte de arma de agentes da polícia, fora do horário de trabalho, nos estabelecimentos do setor”, explica o presidente da entidade, Rafael Campos Carvalho.

O presidente acredita que uma medida preventiva, semelhante a uma decisão de 2013 (Portaria nº 692/2013), que conteve o problema na Exposição Agropecuária - a Secretaria de Segurança Pública e Justiça (SSP), vai garantir maior segurança e coibir a continuidade de incidentes envolvendo policiais. “Esta é uma antiga demanda antiga do setor de alimentação fora do lar. Temos conhecimento da legalidade de policiais utilizarem seus armamentos, mas acreditamos que são inadequados em ambientes festivos e de lazer”, completa.


Serviço:

Reunião Abrasel x SSP – GO

Data: quarta-feira (9.7.14)

Horário: 10h30

Atendimento à imprensa: após a reunião, por volta das 11h30

Presenças: Rafael Campos Carvalho (presidente da Abrasel), Joaquim Mesquita (secretário SSP –GO) e associados

Informações para imprensa: Janaina Gomes (62) 8522-2792