08/05/12 - Restaurantes projetam fluxo 25% maior no Dia das Mães

 



Responsável por um dos maiores faturamentos do ano, o Dia das Mães é uma das datas mais aguardadas pelo setor gastronômico em Fortaleza. Para 2012, os empresários estimam um crescimento de até 25% no movimento dos restaurantes em relação ao período no ano passado.

De acordo com o proprietário da rede de restaurantes Sirigado, João Belfort, os espaços começam a lotar a partir das 11 horas e o movimento costuma durar até a meia-noite. "As pessoas chegam às 10h30 só para segurar uma mesa", completa. O empresário confirma ainda que esta é data de maior faturamento no ano, seguida do Dia dos Pais e depois dos Namorados.

É o que afirma também o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-CE), Ivan Assunção. "É diferente do Dia dos Namorados, em que os restaurantes precisam fazer uma movimentação antecipada para atrair os clientes. O Dia das Mães já não precisa de esforços", justifica.

Grande parte da procura dos clientes pelos restaurantes acontece durante o almoço, onde o movimento chega a ser quatro vezes maior que o jantar, segundo Belfort. A mesma observação é feita pelo proprietário do Coco Bambu Frutos do Mar, João Vitor Moraes. "O almoço chega a ter um público 120% maior que o jantar", afirma.

 

Quadro de funcionários

A grande procura dos clientes acaba refletindo no aumento do número de pessoas que trabalham durante a data nos estabelecimentos. "Temos 170 funcionários e esse número vai para 220 ou 230 este ano", explica Belfort. De acordo com ele, o reforço acontece em todos os setores, como garçons, cozinha, lavagem de louças, estacionamento, recepcionista, entre outros.

Já o Coco Bambu Frutos do Mar movimenta o quadro de funcionários fixo de acordo com as necessidades. Segundo João Vitor, grande parte da equipe já está preparada para receber um fluxo maior de clientes, necessitando apenas a mudança no número de manobristas. "Quem trabalha à noite vai para o dia também", diz o empresário.

 

Estimativa de público

Um total de 2.000 pessoas deve passar pelo Coco Bambu durante todo o domingo dedicado às mães, segundo Moraes. O número chega a ser 50% a mais que o funcionamento normal do restaurante. Já o Sirigado espera receber 1.200 clientes no dia, público três vezes maior que o movimento de costume.

 

Reservas

De acordo com os empresários, os clientes devem ficar atentos na hora de garantir os tão concorridos lugares nas mesas. No Sirigado, "não serão permitidas reservas durante a data para evitar constrangimentos", segundo o proprietário.

O Coco Bambu Frutos do Mar vai destinar apenas uma parte do espaço para o agendamento antes do dia.

 

Casa cheia

2 mil clientes devem passar pelo Coco Bambu no segundo domingo de maio. No Sirigado, são esperados cerca de 1,2 mil pessoas.

 

Fonte: Diário do Nordeste