30/05/12 - Mostra “Quem tem boca vai a Roma”



Mostra de Cinema compõe a programação do festival Brasil Sabor, que em 2012 homenageia a influência da cultura italiana no Brasil. Evento acontece em Goiânia (GO), entre os dias 1º a 13 de junho, no Cine Goiânia Ouro

Neste ano em que o país recebe a cultura italiana oficial e ritualmente (ano da Itália no Brasil), a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel Goiás) realiza o maior festival gastronômico do planeta Festival Brasil Sabor com pitadas de azeite manjericão, pimenta e cinema. Entre os dias 1º e 13 de junho, acontece a mostra de cinema italiano "Quem tem Boca vai a Roma", uma opção de lazer e conhecimento para os amantes da gastronomia e do cinema.

 

A chave de curadoria, comandada pela produtora cultural, pesquisadora e professora de cinema Marcela Borela, é um recorte sobre o melhor do cinema italiano de todos os tempos. “Berço do cinema moderno, a Itália tem uma das experiências em cinema mais impactantes da história da arte ocidental. Impossível gostar de cinema e não flertar com o neo-realismo italiano, marcado pela obra de autores como Luchino Visconte, Roberto Rosselini, Vitorio de Sica; ou com o cinema existencialista de Michelangelo Antonioni, ou mesmo o cinema poético de Pier Paolo Pasolini e Bernardo Bertolucci”, revela ao falar sobre os títulos que compõe a mostra.

 

De acordo Marcela Borela, “o cinema na Itália sempre foi uma experiência de reflexão e de revelação, às vezes da vida e às vezes do próprio cinema. Entre a poesia e a realidade, do neo-realismo ao cinema existencialista, do cinema político ao drama satírico, o cinema praticado na Itália é cronista do seu tempo e aglutinador das grandes questões humanas”.

 

Serão apresentados três filmes diários, nos horários das 12h, 15h30 e 20h, em um total 22, distribuídos em 39 sessões, que destacam várias gerações de cineastas italianos (programação anexa). “Serão apresentados filmes que revelam a Itália para os Italianos e a cultura Italiana para o mundo: filmes feitos em Roma e filmes feitos para Roma, filmes que mostram a gastronomia como valor central na vida italiana, assim como filmes que mostram a diversidade social da Itália do Norte e da Itália do Sul. É a oportunidade de conhecer e reconhecer, através da tela grande na sala escura do cinema, as muitas “Itálias” documentadas e inventadas pelos grandes gênios do cinema italiano”, destaca Marcela Borela, já deixando um convite para o público.

 

Reflexão e Crítica

Dois debates fazem parte da programação da mostra de cinema italiano Quem tem Boca vai a Roma. Os debates acontecem após as sessões dos filmes Roma, Cidade Aberta (Roberto Rossellini), no dia 3/6, e O Eclipse (Michelangelo Antonioni), 10/6, os dois domingos da mostra e contam, respectivamente, com a participação dos críticos de cinema Rodrigo Cássio e Rafael Parrode, além da cineasta e curadora da mostra, Marcela Borela.

 

A mostra Quem tem boca vai a Roma é uma realização da Abrasel (GO), em parceria com a C.A.R.A Vídeo, Secretaria de Cultura / Cine Goiânia Ouro e Prefeitura de Goiânia, com curadoria de Marcela Borela e produção de Janaina Gomes (Agência Criativa).

 



Currículo da curadora

Marcela Borela é realizadora audiovisual, produtora cultura, pesquisadora e professora de cinema. Vive e trabalha em Goiânia – Goiás e é formada em Comunicação Social/Jornalismo pela Facomb  - Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia da Universidade Federal De Goiás - UFG;  especialista em História Cultural e mestre em História pela faculdade de História da UFG, trabalhando nas áreas de estética, teoria do cinema, teoria da imagem, história visual, história cultural e história da arte. Trabalhou em diversos curtas-metragens como diretora de arte, produtora, roteirista e diretora desde 2004. Sua primeira ficção (poupe-me dos detalhes sórdidos) recebeu prêmio de melhor vídeo universitário no Festcine Goiânia - 2006 e seu documentário (boca no lixo), recebeu os prêmios de melhor filme goiano no Festcine Goiânia (2007), melhor documentário pelo júri popular no iv mosca – mostra de vídeos de Cambuquira - MG  (2008) e menção honrosa na mostra de cinema de Taguatinga – DF (2008). Realizou seu primeiro longa-metragem documentário “Mudernage” (2009), um olhar sobre a experiência moderna nas artes plásticas em Goiás, vencedor do concurso DOC TV IV. O longa foi exibido na rede pública brasileira de televisão em todo o território brasileiro, além de ter sido exibido em mostras, festivais, universidades e cineclubes, com destaque para o festival de documentários de brasileiros em Pequim - China.  Marcela é professora da faculdade Cambury nas áreas de roteiro e direção e produção em vídeo e dirige o cine cultura, charmoso cinema público, localizado na Praça Cívica, em Goiânia - GO.

 

Serviço:

Quem tem boca vai a Roma – Mostra de Cinema Italiano

Data: 1º a 13 de junho de 2012

Local: Cine Goiânia Ouro

 

Ficha Técnica

Realização: Abrasel Goiás -  www.go.abrasel.com.br

Gestão: 2010- 2012-04-13

Presidente: Rafael Campos Carvalho

Curadoria/ Mostra: Marcela Borela

Apoio / Mostra: Cara Vídeo, Secretaria de Cultura / Cine Goiânia Ouro e Prefeitura de Goiânia

Patrocínio Nacional: Sebrae e Ambev

Patrocínio Regional: Budweiser, Rassa Motos, Rádio Jovem Pan, Guia Romântico, Clique Sabor, Oliveira’s Place, Tropical Polpas, Águas Nativa, Food Safety, Ecolab,CompLeite, Projeto Retocar e Goiás Turismo.

Produção: Luciana Oliveira, Jordana Toktjian, Fernanda Teodoro e Janaina Gomes

Gestão Administrativo-Financeira: Patrícia Bandeira

Fotógrafo: Rogério Neves

Arte: LF Mercado / Luzimar Pinto