20/7/2012 - Abrir negócio ligado a franquias famosas custa a partir de R$ 5.000

Abrir negócio ligado a franquias famosas custa a partir de R$ 5.000

O objetivo de abrir novas redes é alcançar mais nichos de atuação e explorar as oportunidades que surgem no mercado

DO UOL

Franquias famosas e já consolidadas estão lançando novas marcas, a um custo menor de instalação do negócio para o franqueado. O objetivo de abrir novas redes é alcançar mais nichos de atuação e explorar as oportunidades que surgem no mercado. 
A rede Emagrecentro, que atua na área de beleza e estética, por exemplo, agora tem no seu portifólio uma franquia de cuidados automotivos, a Auto Spa Express. O negócio, que é móvel, pode ser aberto com um investimento inicial a partir de R$ 5.000 e pode funcionar tanto nos estacionamentos das clínicas ou em outros locais. 
Mais exemplos são a Chocolates Brasil Cacau, do Grupo CRM, detentor da chocolateria Kopenhagen. A marca surge para atingir um novo público e o investimento é a partir de R$ 157,5 mil. Há ainda a Box 30, rede de salgadinhos do Habib's, que traz um novo modelo de negócios de alimentação sem salão, com investimento a partir de R$ 300 mil.
Foto 1 de 10 - Auto Spa Express - franquia de estética automotiva do grupo Multifranquias. Investimento inicial R$ 5.000 (apenas custos de instalação, não cobra taxa de franquia), faturamento médio mensal estimado em R$ 4 mil e retorno do investimento a partir de 3 meses.


De serviços de beleza para o ramo automotivo
A rede de clínicas de estética Emagrecentro resolveu investir em um mercado completamente diferente da sua especialidade. A Auto Spa Express, de cuidados automotivos como lavagem, polimento e cristalização dos carros foi criada para funcionar nos estacionamentos das clínicas, mas agora pode ser montada de forma independente.
Para o presidente da rede, Edson Ramuth, o que pravelece é a experiência da rede em oferecer serviços. "Temos conhecimento em franquias de serviço, temos nossas estratégias de divulgação, um modelo de negócios bem estruturado, então, não há dificuldades", afirma.
O investimento inicial para abrir uma unidade da franquia Auto Spa Express é a partir de R$ 5.000, ao passo que uma clínica Emagrecentro é de R$ 40 mil. A rede tem outras marcas dentro da área de estética: a academia Emagrecentro Fitness, o salão de depilação Light-Depil Center e o salão de beleza Miss Hollywood, cujos investimento iniciais partem de R$ 40 mil, R$ 33 mil, R$ 25 mil, respectivamente.
“Criamos outros negócios que tenham sinergia com o negócio principal. Assim, o franqueado pode ter várias marcas e serviços em um só estabelecimento, com investimento reduzido”, diz Ramuth.


Nova marca surge para ampliar público
O Grupo CRM, responsável pela Kopenhagen, chocolateria de luxo dirigida aos públicos A e B, lançou a Chocolates Brasil Cacau, rede de chocolateria fina, para alcançar também a classe média.
Renata Moraes, vice-presidente do Grupo CRM, explica que a Chocolates Brasil Cacau foi lançada devido ao fortalecimento da classe média brasileira. “Para manter o posicionamento de grife de chocolates de luxo e não tornar a marca Kopenhagen elástica, criamos, em 2009, a Brasil Cacau, para atender a um segmento novo de consumidores”, afirma.
Ela diz que, no mercado de chocolates, foi um movimento natural aproveitar o aumento do poder de consumo e a necessidade de empreender do brasileiro para lançar outra marca. “Além de contar com suporte completo nas operações, o interessado em abrir uma franquia tem a garantia de um grupo que entende de franquias e de chocolates”, afirma Moraes.
O investimento inicial para uma franquia da Kopenhagem é em torno de R$ 420 mil, para uma unidade Chocolates Brasil Cacau é de R$ 157,5 mil, aproximadamente.


Pontos comerciais também diferenciam marcas
Há 24 anos no mercado, a rede de franquias de cozinha árabe Habib’s também aposta em nichos diferentes de mercado com as redes de fast food italiano Ragazzo e a de salgadinhos Box 30. João Penna, diretor de franquias do Habib’s, diz que a diversificação do negócio vem de uma estratégia comercial e não do crescimento do mercado consumidor.
“Habib’s e Ragazzo competem na busca por pontos comerciais de grande metragem e, cerca de quatro anos atrás, começamos a ter dificuldades em aprovar novos pontos comerciais de Habib’s por já haver unidades próximas. Corríamos o risco de canibalizar o próprio negócio. Por isso, lançamos a Box 30 com outro conceito, que exige espaço e investimento menores”, declara.
Penna afirma que o momento econômico também favorece o lançamento de outras marcas. “Os brasileiros estão empreendendo mais. O mercado de franquias amadureceu e se profissionalizou. Nunca tivemos tanta procura quanto na última feira de franquias da ABF (Associação Brasileira de Franchising) e ter uma marca conhecida por trás de uma nova facilita.”
O investimento inicial para uma franquia Habib's ou Ragazzo pode chegar a R$ 1,5 milhão, já para uma unidade Box 30 fica em torno de R$ 300 mil.
Nem todas as marcas podem diversificar portfólio
Para o especialista em franquias Adir Ribeiro, o lançamento de novas marcas é um processo viável para poucos franqueadores no Brasil. “Marcas novas no sistema de franchising podem perder o foco ao lançar outras. O ideal é que isso seja feito por empresas que têm mercados bem estruturados e que já atingiram o potencial de consumo de sua marca”, afirma.
Para essas empresas, no entanto, Ribeiro encara como positiva essa diversificação. “Isso dá outras outras oportunidades de negócio para os franqueados da rede, oferece a possibilidade de conquistar novos mercados e utiliza competências que a rede já possui”, declara.


Fonte: UOL http://www.midianews.com.br/conteudo.php?sid=21&cid=127227 - 15/07/2012