17/10/2012 - Empresária aposta em venda online de kits gastronômicos


O Kit Chef, site de venda de kits gastronômicos, criado pela professora universitária Érica Almeida, de São Paulo,  vende em média 90 kits por mês. O portal oferece kits específicos para receitas como risotos e brigadeiros.Confira mais informações sobre este empreendedorismo.

Empresária aposta em venda online de kits gastronômicos


A professora universitária Érica Almeida, de São Paulo, decidiu há pouco mais de um ano criar um blog para falar de uma grande paixão que ela cultivava fora da sala de aula: a gastronomia. Do espaço de discussão, ela acabou se inspirando para o empreendedorismo. Há três meses, Érica toca o site de kits gastronômicos Kit Chef. "Comecei com o blog e fui chamando os amigos para experimentar os pratos que eu fazia inspirada no que comia nos restaurantes. Depois disso, eles passavam a me pedir as receitas e perguntar onde eu encontrava os ingredientes. Um dia, meu marido me deu a ideia de montar uma loja online que vendesse kits gastronômicos", relembra.

O casal passou cerca de seis meses fazendo o planejamento do negócio, buscando um desenvolvedor para a montagem do site e os fornecedores dos ingredientes. O investimento inicial para colocar o Kit Chef no ar foi de R$ 3 mil. Além disso, mais R$ 5 mil foram destinados ao capital de giro do negócio.

Sabores do Kit Chef
O portal oferece sete kits gastronômicos. Quatro deles são dedicados a diferentes receitas de risotos. Arroz jambalaya, pappardelle com molho de queijo gruyère e tiras de mignon e brigadeiro gourmet completam as ofertas. Segundo Érica, o kit pappardelle é o preferido dos consumidores.

Os kits contêm todos os ingredientes não perecíveis necessários para fazer o prato. Trazem também a receita e uma lista dos ingredientes frescos que serão necessários para o preparo. Cada kit tem prazo de validade de quatro meses. O custo dos produtos é fixo: cada receita custa R$ 39,90. Todos vêm com um utensílio doméstico de brinde.

Com três meses de vida, o site vende em média 90 kits por mês. O faturamento bruto do negócio fica entre R$ 3,5 mil e R$ 4 mil. "Ainda estamos começando. Agora, o foco é investir em divulgação. A maioria dos nossos clientes é formada por pessoas que gostam de cozinhar e que se interessam por gastronomia, que seguem blogs e comunidades da área. Queremos que outras pessoas fiquem conhecendo o produto e provem", afirma Érica.

Além dos kits gastronômicos, o site oferece kits para presente. Cada um deles traz um kit de receita e um presente relacionado à gastronomia, como livros da área e avental de cozinha. Todos os produtos são entregues por meio dos serviços dos Correios, com frete a cargo do cliente. O pagamento pode ser feito via Pagseguro ou boleto bancário.

Concorrência
O Kit Chef não é o único no mercado a trabalhar com este tipo de produto. Além dele, o site Home Chef também comercializa kits gastronômicos. O site oferece seis tipos de kits, todos salgados. O kit presente também faz parte do portfólio. Além desses produtos, a loja disponibiliza os chamados "Passaportes Gastronômicos", uma assinatura de três ou seis meses que pode ser comprada para uso pessoal ou para presente. O assinante vai receber um kit gastronômico diferente a cada mês de passaporte.

E nem só os pequenos empresários estão de nesse mercado. No site do Pão de Açúcar, por exemplo, é possível conferir diversas sugestões de receitas e, com um único clique, incluir todos os itens no carrinho de compras do sistema de delivery.


Fonte: invertia.terra.com.br - 15/10/2012