17/10/2012 - Com alta gastronomia, motéis servem pratos de mais de R$ 100

Além dos restaurantes refinados comandados por chefs de cozinha badalados e que se tornaram estrelas da TV, a alta gastronomia tem ganhado novos espaços, como os motéis, por exemplo. A maioria dos cardápios inclui frutos do mar, como a cauda de lagosta grelhada com manteiga de by DownloadNSave">ervas, risoto verde e vegetais, na imagem acima,  servido no Savana Motel, em Ribeirão Preto. Confira mais informações.

Com alta gastronomia, motéis servem pratos de mais de R$ 100

 

De norte a sul do Brasil, diversos motéis têm investido em cozinhas com pratos mais elaborados e cardápios conceituais, além de carta de vinhos e espumantes exclusivos. “Um motel charmoso não pode ficar apenas com filé com fritas, estrogonofe, batatinhas e etc”, disse em entrevista ao Terra o chef Tony Farah, que está a frente da cozinha do Acaso Motel, em São Paulo.

Inspirado em cozinha clássica, usando ingredientes regionais, Farah criou um menu “digno de um hotel de lazer”. No cardápio, há espaço para um rico café da manhã e,  by DownloadNSave">entre os pratos, destaque para o Carré de Cordeiro Al Magrib e Salmão Grelhado.

Segundo ele, a composição dos pratos não é diferente daqueles servidos em hóteis ou restaurantes, mas garantiu que a apresentação e os temperos podem dar um toque especial.  “Sempre podemos apimentar o momento com um toque de curry e canela. E, quer mais afrodisíaco do que servir para a companheira um camarão grande e bem feito? Você conquista primeiro no visual e depois coloca as técnicas para apimentar o prato”, disse.

Em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, o Savana Motel também criou um cardápio especial e o chamou de ‘Gastronomia é arte’. Além de baseados na cozinha internacional, os 24 pratos foram inspirados nos elementos naturais (terra, água e ar) e foi criado pelo chef Dr. João Roberto,  by DownloadNSave">responsável pelo La Pyramide, restaurante premiado em 2006 pelo Guia Quatro Rodas como o melhor da cozinha francesa no Brasil.

Atualmente, a cozinha é comandada pelo chef Elizeu dos Santos, que comentou que os pratos são sucesso na cidade e o motel fica cheio na hora do almoço. “Às vezes, as pessoas vêm só para comer”, disse.

Na Paraíba, o chef Walter Ulysses, assina os cardápios dos motéis Union e Andorra, que tem como prato mais pedido a Lagosta Ravel, acompanhada de arroz de maçã e purê com brócolis. Experiente, ele comentou que criar este menu e manter a cozinha requer um alto nível de preparo devido a exigência dos clientes. “Podemos dizer que as exigências são as mesmas dos hotéis e restaurantes. O público que frequenta o motel está acostumado a ir a bons restaurantes e se hospedar em hotéis de luxo pelo mundo, o que torna o nível de exigência bem mais alto”.

Em Curitiba, no Paraná, o Motel Acqua, também deu um toque de culinária internacional nos pratos. O chef suíço Oliver Michel Stürn renovou o cardápio e frequentemente checa o andamento da cozinha. Entre os pratos, destaque para o camarão pistola com arroz marmoreado, as vieiras puxadas na manteiga e o linguado grelhado sobre uma camada de alho poró. Mas o mais pedido é o medalhão de mignon com crosta de nozes, servido com arroz cremoso de brócolis ao molho de vinho tinto.

 

Fonte: Site Terra - 17/10/2012